Obrigada por sua visita

Obrigada por sua visita

terça-feira, 8 de maio de 2012

Enrique Iglesias

Nossa Homenagem a Enrique Iglesias na data de seu aniversário.
Enrique Miguel Iglesias Preysler nasceu no dia 8 de Maio de 1975 em Madrid, Espanha. Filho de Julio Iglesias de la Cueva e de Isabel Preysler Arrastria. Aos sete anos, vai viver para Miami, onde estuda, aproveitando o melhor das culturas americana, europeia e hispânica, fornecendo-lhe cada uma delas as suas respectivas influências musicais. Edita o seu primeiro álbum homónimo aos 20 anos (disco esse, preparado em segredo desde os 16 anos). Nos primeiros três meses, após a edição do disco são vendidas um milhão de cópias, e Enrique alcança mesmo o seu primeiro Disco de Ouro em Portugal (apenas três semanas após a sua edição). "Enrique Iglesias" alcança a marca dos 5,8 milhões de vendas e o sucesso repete-se com o seu segundo trabalho, "Vivir", editado em 1997, que vende mais de cinco milhões de cópias em todo o mundo. Nos EUA, alcança dois Discos de Platina, referentes a vendas superiores a dois milhões de cópias dos seus dois primeiros álbuns. Nove das suas canções chegaram ao número um em rádios de 19 países nas Américas, Europa e Ásia, provando a consistência da sua carreira internacional. Enrique gravou em três línguas (espanhol, italiano e português) e planeia também gravar um álbum em inglês, a sua segunda língua, isto após ter já experimentado o inglês em alguns temas pontuais. Em 1997, iniciou a sua primeira digressão mundial, que incluiu 78 concertos em 13 países, que foram vistos por mais de 720 mil pessoas. O evento foi bem recebido pela crítica e foi considerado o maior jamais realizado por um músico latino. A sua lista de prémios é já considerável e inclui 116 Discos de Platina, 227 de Ouro, 26 prémios internacionais, incluindo um Grammy na categoria de Melhor Artista Latino, em 1996, um disco considerado Álbum do Ano pela revista Billboard, ou um World Music Award para Melhor Artista Latino, entre muitas outras distinções. Em 1998 edita "Cosas Del Amor" e, em 1999, segue-se "Enrique", um disco mais dance-pop e mainstream que os anteriores, que inclui hits como "Rythm Divine" e "Be With You". Em 2001, o músico desviou-se um pouco a sua linha sonora habitualmente preenchida por baladas, para dar lugar a sonoridas mais próximas do rock, e chamou à experiência "Escape". Os álbuns seguintes, "7" (2003) e "Insomniac" (2007), têm ajudado a enriquecer a fortuna do cantor espanhol. Enrique Iglesias é considerado o artista latino com maior número de discos vendidos de sempre. Em três anos, o cantor vendeu mais de 10 milhões de exemplares com os seus dois primeiros álbuns ("Enrique Iglesias" e "Vivir"). Enrique venceu ainda um Grammy na categoria de Melhor Artista Pop Latino, tornando-se no mais impressionante fenómeno hispânico dos últimos 25 anos, colocando-se na linha da frente das estrelas pop mundiais da actualidade. Fonte: http://enriqueiglesias.blogs.sapo.pt

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Lulu Santos nasceu no Rio de Janeiro RJ em 04 de Maio de 1953

Foto: Paula Gradícola (Site: Transamérica)
Luís Maurício Pragana dos Santos nasceu no Rio de Janeiro RJ em 04 de Maio de 1953. Formou seu primeiro conjunto aos 12 anos, com repertório dos Beatles. Iniciou carreira profissional aos 19 anos como membro do grupo Veludo Elétrico, entrando um ano depois no Vímana, que incluía Lobão na bateria, Fernando Gama no contrabaixo e Ritchie nos vocais e que gravou um compacto na Som Livre em 1977 (Zebra e Masquerade), alem de participar do LP Ave noturna, de Fagner. Iniciando carreira solo, compôs a trilha do filme Os sete gatinhos, de Neville d’Almeida e lançou um compacto pela Polygram, Gosto de batom (Bernardo Vilhena e Pedro Fortuna) com seu nome verdadeiro, Luís Maurício. Mais tarde, trabalhou como selecionador de repertório de trilhas de novelas da TV Globo e escreveu textos na revista Somtrês. Em 1981 assinou contrato com a WEA e gravou seu primeiro disco com o nome Lulu Santos, Tesouro da juventude (com Nelson Mota), que se tornou seu primeiro grande sucesso. O primeiro LP, Tempos modernos, de 1982, incluiu vários êxitos, como a faixa-título e De repente Califórnia, além de estabelecer um padrão para sua carreira. Seus sucessos incluem ainda Um certo alguém, Casa (1987), Toda forma de amor (1988) e A cura (1988). Em 1987 passou a trabalhar com a gravadora BMG, tendo feito nesse período apenas um disco na Polygram, Mondo cane, em 1992. Em 1985 participou com êxito do primeiro festival Rock In Rio. Premiado com um Disco de Platina por seu LP Lulu, de 1987, recusou o prêmio em plena cerimonia de entrega, no Maracanãzinho, por não ter atingido o limite mínimo de vendas de 250 mil cópias. Nos anos de 1990, gravou três discos de dance-music em parceria com o DJ Memê: Assim caminha a humanidade, Eu e Memê, Memê e eu e Anticiclone musical. Seu disco de 1997, Liga lá, com arrojadas fusões com o techno, tem participação do maestro e arranjador Rogério Duprat e de Ritchie. Produziu também discos de outros artistas, como Televisão, dos Titãs, e O melhor dos iguais, do Premeditando o Breque. Biografia: Enciclopédia da Música Brasileira Art Editora e PubliFolha Fonte: http://www.mpbnet.com.br