Obrigada por sua visita

Obrigada por sua visita

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Marisa Monte & Cesária Évora - É Doce Morrer no Mar




Cesária Évora uma vida a cantar Cabo Verde

Cesária Évora resume em poucas palavras a carreira musical de uma das maiores vozes de Cabo Verde.
Cesária Évora nasceu a 27 de Agosto de 1941 na cidade de Mindelo, em Cabo Verde. Filha de Justino da Cruz Évora tocador de cavaquinho e violão e de Dª Joana, o grande e eterno amor da sua vida. A cantora é considerada a "embaixadora da morna", tendo editado 24 discos, entre originais, ao vivo e em parceria com outros artistas de vários países.
Cize, para os amigos anunciou o término da sua carreira musical no passado dia 23 de Setembro, depois de 45 anos de carreira a cantar Cabo Verde pelo mundo.
A 17 de Dezembro de 2011, a Diva da Morna faleceu aos 70 anos, deixando Cabo Verde e o mundo consternado com a sua morte, na mesma cidade que a viu nascer e traçou-lhe o destino para a morna.
A 8 de Março de 2012, o Aeroporto Internacional de São Pedro (São Vicente) foi renomeado para Aeroporto Internacional Cesária Évora. À entrada da aerogare do aeroporto foi construída uma praceta onde passa a estar uma estátua de três metros de altura da falecida cantora. O monumento é da autoria do artista plástico Domingos Luísa. 


Artigo publicado na Revista Única em Setembro de 2008

Condecorações


Em 1999, Portugal, agraciou Cesária Évora com a medalha da Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique.
O galardão Les Victoires de la Musique para Melhor Álbum de World Music foi-lhe atribuído por duas vezes: em 2000 pelo álbum “Café Atlântico” e em 2004 pelo álbum “Voz d’Amor”.
“Voz d’Amor” foi igualmente premiado em 2004, com o Grammy para Melhor Álbum de World Music. Em 2009, o presidente francês Jacques Chirac distinguiu-a com a medalha da Legião de Honra de França.
Em Dezembro de 2010, no Rio de Janeiro, o Presidente Lula da Silva condecorou Cesária Évora com a medalha de Ordem do Mérito Cultural 2010.
Cesária Évora foi distinguida com o prémio carreira na gala do Cabo Verde Music Awards 2011.
A título póstumo, a cantora foi homenageada com uma estátua no Aeroporto de São Vicente, que a partir de Março de 2012, passa a designar-se Aeroporto Internacional Cesária Évora.
Extraído: http://cesariaevora.sapo.cv/biografia/

Cesaria Evora - Besame Mucho



Rosario Flores (como quieres que te quiera)

Diego El Cigala & Mercedes Sosa - Canción para un niño en la calle




Mercedes:
A esta hora exactamente hay un niño en la calle,
hay un niño en la calle.
Es honra de los hombres proteger lo que crece,
cuidar que no haya infancia dispersa por las calles,
evitar que naufrague su corazón de barco,
su increíble aventura de pan y chocolate.

Poniéndole una estrella en el sitio del hambre,
de otro modo es inútil, de otro modo es absurdo,
ensayar en la tierra la alegría y el canto
porque de nada vale si hay un niño en la calle.

Calle 13:
Todo lo toxico de mi país a mi me entra por la nariz,
lavo autos, limpio zapatos,
huelo a pega y también huelo a paco,
robo billeteras pero soy buena gente, soy una sonrisa sin diente-
Lluvia sin techo, uña con tierra,
soy lo que sobró de la guerra.
Un estomago vacío, soy un golpe en la rodilla que se cura con el frío,
el mejor guía turístico del Arrabal,
por tres pesos te paseo por la capital.
No necesito visa pa' volar por el redondel,
porque yo juego con aviones de papel.
Arroz con piedra, fango con vino-
y lo que me falta me lo imagino.

Mercedes:
No debe andar el mundo con el amor descalzo,
enarbolando un diario, como un ala en la mano,
trepándose a los trenes, canjeando-nos las risas,
golpeándonos el pecho con un ala cansada.
No debe andar la vida recién nacida presa-
la niñez [...]
Porque entonces las manos son inútiles fardos,
y el corazón apenas una mala palabra.

Calle 13:
Cuando cae la noche duermo despierto,
un ojo cerrado y el otro abierto,
por si los tigres me cupen un balazo,
mi vida es como un circo pero sin payaso.
Voy caminando por la sanja,
haciendo malabares con cinco naranjas,
pidiendo plata a todos los que pueda
en una bicicleta de una sola rueda,
soy oxigeno para este continente,
soy lo que descuidó el presidente.
No te asustes si tengo mal aliento,
o si me vez sin camisa con las tetillas al viento-
yo soy un elemento más del paisaje,
los recibos de la calle son mi camuflaje,
como algo que existe, que parece de mentira
algo sin vida- pero que respira.

Mercedes:
Pobre del que ha olvidado que hay un niño en la calle,
que hay millones de niños que viven en la calle,
y multitud de niños que crecen en la calle-
yo los veo apretando su corazón pequeño.
Mirándonos a todos con fabula en los ojos,
un relampago trunco les cruza la mirada,
porque nadie protege a esa vida que crece,
y el amor se ha perdido
en un niño en la calle.

Calle 13:
oye, a esta hora exactamente hay un niño en la calle.

Mercedes:
Hay un niño en la calle ...
Fuente: musica.com
Letra añadida por · R0CkAA*
Fonte: 
http://www.musica.com/letras.asp?letra=1725071

Diego El Cigala: "Alfonsina y el Mar" (con Nestor Marconi)



DVD "Cigala & Tango Gran Rex", grabado en directo Teatro Gran Rex (Buenos Aires)
"Alfonsina y el mar", de Ariel Ramírez y Félix Luna - (Zamba).

Voz: Diego El Cigala.
Bandoneón: Nestor Marconi 


Rosario Flores con el Cigala - Te quiero, te quiero





Diego el Cigala e Caetano Veloso - Eu sei que vou te amar e






Diego Cigala e Caetano Veloso
Bebo Valdés no Piano e Javier Colina no Contrabaixo
Autor da Músuca: António Carlos Jobim
Autores das letras: Vinícius de Morais e Caetano Veloso

Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente
Eu sei que vou te amar
E cada verso meu será
Pra te dizer
Que eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida
Eu sei que vou chorar
A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de pagar
O que esta ausência tua me causou
Eu sei que vou sofrer
A eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida

Meu coração não se cansa
De ter esperança
De um dia ser tudo o que quer
Meu coração de criança
Não é só a lembrança
De um vulto feliz de mulher
Que passou por meus sonhos
Sem dizer adeus
E fez dos olhos meus
Um chorar mais sem fim
Meu coração vagabundo
Quer guardar o mundo
Em mim

Diego el Cigala - El Día que me Quieras

Diego el Cigala - El Día que me Quieras - Letra ( Lyrics )






Acaricia mi ensueño
el suave murmullo de tu suspirar,
¡como ríe la vida
si tus ojos negros me quieren mirar!
Y si es mío el amparo
de tu risa leve que es como un cantar,
ella aquieta mi herida,
¡todo, todo se olvida..!

El día que me quieras
la rosas que engalana
se vestirá de fiesta
con su mejor color.
Al viento las campanas
dirán que ya eres mía
y locas las fontanas
me contarán tu amor.
La noche que me quieras
desde el azul del cielo,
las estrellas celosas
nos mirarán pasar
y un rayo misterioso
hará nido en tu pelo,
luciérnaga curiosa
que verá...¡que eres mi consuelo..!

Recitado:
El día que me quieras
no habrá más que armonías,
será clara la aurora
y alegre el manantial.
Traerá quieta la brisa
rumor de melodías
y nos darán las fuentes
su canto de cristal.
El día que me quieras
endulzará sus cuerdas
el pájaro cantor,
florecerá la vida,
no existirá el dolor...

La noche que me quieras
desde el azul del cielo,
las estrellas celosas
nos mirarán pasar
y un rayo misterioso
hará nido en tu pelo,
luciérnaga curiosa
que verá... ¡que eres mi consuelo!

Elis Regina - Marambaia ( legendado )

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Mercedes Sosa - Al jardín de la república




A cantora argentina Mercedes Sosa, uma das vozes mais conhecidas do folclore latino-americano, nasceu em Tucumán no dia 9 de julho de 1935. Mercedes que tem grande prestígio na América Latina é conhecida pelo apelido de La Negra, devido os seus longos e lisos cabelos negros. 

Mercedes foi descoberta aos quinze anos de idade, cantando numa competição de uma rádio local da cidade natal, quando foi-lhe oferecido um contrato de dois meses. 

Admirada pelo timbre de contralto, Mercedes gravou o primeiro disco Canciones con Fundamento, com um perfil de folk argentino. 

Consagrou-se internacionalmente nos EUA e Europa em 1967, e em 1970, com Ariel Ramirez e Felix Luna, gravando "Cantata Sudamericana" e "Mujeres Argentinas". Gravou um tributo também à chilena Violeta Parra

Mercedes interpreta um vasto repertório, gravando canções de vários estilos. Atua freqüentemente com muitos músicos argentinos como León GiecoCharly GarcíaAntonio Tarragó RosRodolfo Mederos e Fito Páez, e outros latino-americanos como Milton NascimentoFagner e Silvio Rodríguez

É também uma conhecida ativista política de esquerda, foi peronista na juventude. Em tempos mais recentes manifestou-se como forte opositora da figura de Carlos Menem e apoiou a eleição do ex-presidente Néstor Kirchner. 

Sua preocupação sócio-política refletiu-se no repertório interpretado, tornando-se uma das grandes expoentes da Nueva Canción, um movimento musical latino-americano da década de 60, com raízes africanas, cubanas, andinas e espanholas. 

Extremamente engajada politicamente, amargou anos de exílio voluntário, durante os quais excursionou por diversos países, inclusive o Brasil. Música brasileira é uma das paixões de Sosa. São muitos os encontros com nomes como Milton Nascimento, Chico Buarque e Raimundo Fagner. 

No Brasil, Caetano VelosoGilberto Gil, Chico Buarque, entre outros artistas, são expressões da Nueva Canción, marcada por uma ideologia de rechaço ao que entendiam como imperialismo norte-americano, consumismo e desigualdade social. A Polygram sempre aproveita as excursões de Mercedes Sosa ao Brasil para lançar seus novos discos. 

Em 1998 em turné pelo Brasil Mercedes passou pelo aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, onde foi proibida de sair da sala VIP, lá foram vê-la seus amigos Milton Nascimento e Chico Buarque, entre outros. 

Na época, seu nome constava na relação dos indesejáveis da ditadura militar que dominava o Brasil. 

Mais tarde, quando, finalmente, obteve autorização para fazer sua primeira excursão pelo Brasil, a temporada foi tensa. Em Curitiba seus fãs em sua maioria eram os estudantes que se identificavam com sua música de protesto, suas posições políticas corajosas e dignas. 

Mercedes convocou compositores de músicas novas a dividirem as gravações: o cubanoPablo Milanes em "El Tiempo", em "Implacable", "El Que Puso"; Teresa Parido no chamamé "Pedro Canoeiro"; Tito Paez em "Parte Del Aire"; Victor Heredia em "Marcar Quila". 

Mercedes possui um dueto "So le piedo a Dios" com a cantora de Samba Beth Carvalho, cada uma cantando no seu idioma. 

Destaca-se também o dueto de Mercedes com o cantor cearense Fagner na música "Años", sucesso gravado em 1981. 

Uma música de Mercedes muito conhecida na sua firme e, ao mesmo tempo, terna voz é a canção "Gracias a la vida", composição de Violeta Parra. 

Mercedes nunca deixou de cantar as mazelas do povo, fosse em discos ou shows. Continuou a correr o mundo com seu canto, atividade que exerce com enorme prazer até hoje. 

Mercedes Sosa atuava também como Embaixatriz da Boa Vontade da Unicef. 

A cantora já recebeu diversos prêmios. Um dos mais recentes é o Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum Folclórico, com o CD Misa Criolla. 

Entre os trabalhos mais recentes de Mercedes Sosa está o interessantíssimo Alta Fidelidad, de 1998, com canções do lendário roqueiro argentino Charly Garcia. Mercedes segue fiel ao seu lema: “O que entra no coração do povo não pode ser proibido”. 

A intérprete, cujos discos carregados de conteúdo social se converteram em uma referência durante a última ditadura militar argentina, é indicada para três prêmios do Grammy Latino/2009, por seu mais recente álbum duplo, lançado no início desde ano. 

O disco denominado "Cantora" compila seus sucessos em canções populares em duetos com artistas como Joan Manuel Serrat, Caetano Veloso, Jorge Drexler e Shakira. 

Nada como o tempo para fazer as devidas colocações. Símbolo da resistência política, dos direitos humanos, da contestação as ditaduras latino-americanas nos anos 60 e 70, Mercedes Sosa não mudou. Continua a grande cantora e compositora - íntegra artista que, sempre, corajosamente, denunciou as violências dos ditadores do Cone Sul. 

Entretanto, ela, que era perseguida, boicotada e cuja presença assustava a tantos, foi adulada por um público que aprecia suas letras, música e performace musical que mesclam temas de paz e igualdade social.


Extraído>http://www.letras.com.br/#!biografia/mercedes-sosa

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Cafe del Mar

Bandolins Ao Luar

    MARIA LOPES E ARTES DO ESPETÁCULO 5
 ganhar dinheiro estudandoEste Blog esta concorrendo ao Prêmio Top Blog 2013 Brasil / Democracia DigitalESTE BLOG ESTA CONCORRENDO AO PRÊMIO TOP BLOG 2013 BRASIL / DEMOCRACIA DIGITALganhe dinheiro estudando




Como fosse um par que nessa valsa triste...
Se desenvolvesse ao som dos bandolins...
E como não, e por que não dizer...
Que o mundo respirava mais se ela apertava assim.
Seu colo e como se não fosse um tempo...
Em que já fosse impróprio se dançar assim.
Ela teimou e enfrentou o mundo...
Se rodopiando ao som dos bandolins!Como fosse um lar, seu corpo a valsa triste iluminava...
E a noite caminhava assim.
E como um par, o vento e a madrugada iluminavam...
A fada do meu botequim...
Valsando como valsa uma criança...
Que entra na roda a noite está no fim...
Ela valsando só na madrugada...
Se julgando amada ao som dos bandolins!

Como fosse um par que nessa valsa triste...
Se desenvolvesse ao som dos bandolins.
E como não, e por que não dizer...
Que o mundo respirava mais se ela apertava assim!
Seu colo e como se não fosse um tempo...
Em que já fosse impróprio se dançar assim...
Ela teimou e enfrentou o mundo...
Se rodopiando ao som dos bandolins!

Como fosse um lar, seu corpo a valsa triste iluminava...
E a noite caminhava assim.
E como um par, o vento e a madrugada iluminavam...
A fada do meu botequim.
Valsando como valsa uma criança...
Que entra na roda a noite está no fim.
Ela valsando só na madrugada...

Se julgando amada ao som dos bandolins! 

A letra da música e a imagem do casal bailando foi extraído:
http://suasenossas.blogspot.com.br
Todos estão convidados avisitarem o Blog desta nossa amiga," Suas Histórias Nossas Histórias", vale conhecer. 

Beautiful Chillout Ibiza Del Mar 2013 Beach Lounge Mix HD

Mercedes Sosa - 07 - Canción de las simples cosas

Milton Nascimento: Outubro


Milton Nascimento e Wagner Tiso interpretam "Outubro" do disco Travessia. Composição de Milton e Fernando Brant.
Show gravado na Suíça.

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Abandonada Por Voce! - Fafá de Belém




Fafá De Belém - Amor Cigano






omo vou dizer que não te amei
Se eu ainda penso em você
Se eu ainda tenho a ilusão
De encontrar para nós a solução

Como vou dizer que te esqueci
Se eu não aprendi a te esquecer
Se eu não consigo mais dormir
Sonho acordada com você

Mesmo sem querer eu vou lembrar
Coisas impossíveis de apagar
É para mim difícil entender
A vida sem você
Dói se você diz que não me quer
Mas eu não consigo te deixar
Faço tudo que esse amor quiser
Pra você ficar

Vida minha, vida minha
Meu amor cigano
Como posso me enganar
Fingir que não te amo
Vida minha, vida minha
Não me deixe agora
Logo quando eu mais
Preciso de você
Diz pra mim que não deixou de me querer

Link: http://www.vagalume.com.br/fafa-de-belem/amor-cigano.html#ixzz2huU0Cnpo













quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Com magia e alegria de cantar as músicas ciganas

Aniversariantesdodia.blogspot.com.br tem 16 % pontuação seo% pontuação seo.

Classificação:
2.5 / 5.0
por
WebstatsDomain











terça-feira, 8 de outubro de 2013

Mon Film- Roses In My Heart.




Mon Film- Roses In My Heart.
Prends cette rose aimable comme toi,
Qui sers de rose aux roses les plus belles,
Qui sers de fleur aux fleurs les plus nouvelles,
Dont la senteur me ravit tout de moi.

Prends cette rose, et ensemble reçoi
Dedans ton sein mon coeur qui n'a point d'ailes : 
Il est constant, et cent plaies cruelles
N'ont empêché qu'il ne gardât sa foi.

La rose et moi différons d'une chose :
Un soleil voit naître et mourir la rose,
Mille Soleils ont vu naître m'amour: Pierre de Ronsard.
poème offert merci a toi enzo