Obrigada por sua visita

Obrigada por sua visita

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Xande De Pilares - Brincadeira Tem Hora

Xande De Pilares - Brincadeira Tem Hora


Emilio Santiago - Só Danço Samba

 Emilio Santiago - Só Danço Samba


Beth Carvalho, Arlindo Cruz, Sombrinha - Canto De Rainha

Beth Carvalho, Arlindo Cruz, Sombrinha - Canto De Rainha

Chega mais. Chega mais. Vamos cantar. Aumenta o Som.

Chega mais. Chega mais. Vamos cantar. Aumenta o Som.

Jorge Aragão - Minta Meu Sonho

Jorge Aragão - Minta Meu Sonho

Belíssimo. Pela Paz no Mundo.

Belíssimo.Pela Paz no Mundo. 

Tania Kassis - Islamo-Christian AVE (Official Clip) -- CD available at Virgin Lebanon & on iTunes




Tocando em Frente, por Almir Sater

Tocando em Frente, por Almir Sater


Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte
Mais feliz, quem sabe
Só levo a certeza
De que muito pouco sei
Ou nada sei
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs
É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
E ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada, eu vou
Estrada eu sou
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs
É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Todo mundo ama um dia
Todo mundo chora
Um dia a gente chega
E no outro vai embora
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz
Conhecer as manhas
E as manhãs
O sabor das massas
E das maçãs
É preciso amor
Pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Ando devagar
Porque já tive pressa
E levo esse sorriso
Porque já chorei demais
Cada um de nós compõe a sua história
Cada ser em si
Carrega o dom de ser capaz
E ser feliz

Assista também esta versão é muito lindo. Almir Sater se emociona com a beleza de seu cantar e encantar a platéia. Obrigada por sua visita neste Blog.

Almir Sater-Boiada

domingo, 28 de setembro de 2014

Especial Nelson Gonçalves

Especial Nelson Gonçalves

Tania Alves - Bossas e Boleros

Tania Alves - Bossas e Boleros

EMÍLIO SANTIAGO - MILLENNIUM

EMÍLIO SANTIAGO - MILLENNIUM 

Emilio Santiago & Marcos Valle - Agua de Coco.

Emilio Santiago & Marcos Valle - Agua de Coco.

Tá Escrito. Erga esta cabeça segue emfrente e Acredite o nosso dia já chegou.

Tá Escrito. Erga esta cabeça segue em frente e Acredite o nosso dia já chegou.

Grupo Revelação - Tá Escrito (Ao Vivo no Morro)


Parabéns Brasil . Tem que lutar sem se abater, só se entregar a quem merecer. O meu conselho é para te ver Feliz Sempre.

Parabéns Brasil . Tem que lutar sem se abater, só se entregar a quem merecer. O meu conselho é para te ver Feliz Sempre. 

Grupo Revelação - Conselho, Insensato Destino - Samba



Bandeira do Brasil animal Bandeira do Brasil


Deixe De Lado Esse Baixo Astral...

Deixe De Lado Esse Baixo Astral...

Vou festejar Beth Carvalho. Pode chorar.


 Vou festejar Beth Carvalho. Obrigada por sua visita.



Nosso amor tem que continuar. Parabéns paa você. Brasilsilsil.

Fundo de Quintal O Show Tem Que ContinuarObrigada por sua visita.



Você não me ensinou a te esquecer

full HD | FRANCIELE FERNANDA - Você não me ensinou a te esquecer | 22/12/12 | JT Kids - Raul Gil

O que é que eu faço amanhã DVD José Augusto participação de Alcione.

O que é que eu faço amanhã DVD José Augusto participação de Alcione.

Alcione & Emilio Santiago "Trocando em miúdos - Cambiando pequeñeces"♫♫♫

Alcione & Emilio Santiago "Trocando em miúdos - Cambiando pequeñeces"♫♫♫


Explode coração Maria Bethania e Gonzaguinha

Explode coração Maria Bethania e Gonzaguinha

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

COMO PODE SER TÃO FOFA???

 COMO PODE SER TÃO FOFA???

Emilio Santiago - "Desenho de Giz & Papel Machê"

Emilio Santiago - "Desenho de Giz & Papel Machê"




Quem quer viver um amor, mais não quer suas marcas 
Qualquer cicatriz
A ilusão do amor, não é risco na areia é desenho de giz
Eu sei que vocês vão dizer
A questão é querer, desejar decidir
Aí diz o meu coração
Que prazer tem bater se ela não vai ouvir
Aí minha boca me diz 
Que prazer tem sorrir
Se ela não me sorri também
Quem pode querer ser feliz
Se não for por um grande amor

Para o Grande Jamelão eu tiro o meu chapéu.

Jamelão - Folha morta (1956)

Maria Lopes de Andrade






Jamelao Ronda

Jamelao Ronda


FESTIVAL MUNDIAL DEL ARPA, MIKA AGEMATSU - CARRETA GUY

FESTIVAL MUNDIAL DEL ARPA, MIKA AGEMATSU - CARRETA GUY


India - Teresita Sosa

India - Teresita Sosa

Gonzaguinha - Grito de Alerta / Diga lá, Coração / Espere por Mim, Morena

Gonzaguinha - Grito de Alerta / Diga lá, Coração / Espere por Mim, Morena

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

TIM MAIA - BONS MOMENTOS


TIM MAIA - BONS MOMENTOS

Iolanda - Chico Burque e Simone


Iolanda - Chico Burque e Simone





granada por los tres grandes tenores

granada por los tres grandes tenores


La Traviata - Plácido Domingo, Luciano Pavarotti & José Carreras

La Traviata - Plácido Domingo, Luciano Pavarotti & José Carreras


Linha do horizonte - Azymuth

Linha do horizonte - Azymuth

MARIA BETHANIA " SONHO IMPOSSÍVEL "Em homenagem a amiga do Facebook : Diana Nader

MARIA BETHANIA " SONHO IMPOSSÍVEL "Em homenagem a amiga do Facebook :  Diana Nader




Em homenagem a amiga do Facebook : 

Diana Nader


MARIA BETHANIA " SONHO IMPOSSÍVEL "

Maria Bethania.

Más de soñar un sueño imposible 
Lucha cuando es fácil dar 
Batir el enemigo invencible 
Denegar regla es vender cuando el 

Sufrir la tortura implacable 
Prison break del incabível 
Volar un límite poco probable 
Juega el suelo inaccesibles 

Es mi derecho, mi pregunta es 
Gire este mundo, excavar este terreno 
No me importa saber 
Si es demasiado terrible 
¿Cuántas guerras que ganar 
Por un poco de paz 

Y mañana si yo besé esta planta 
Para mi cama y el perdón 
Yo sé que valió la pena 
Delirious y morir de pasión 

Y así, lo que sea 
Habrá que terminar con el dolor sin fin 
Y el mundo verá una flor 

Primavera de la tierra imposible



Sonhar mais um sonho impossível
Lutar quando é fácil ceder
Vencer o inimigo invencível
Negar quando a regra é vender
Sofrer a tortura implacável
Romper a incabível prisão
Voar num limite improvável
Tocar o inacessível chão
É minha lei, é minha questão
Virar este mundo, cravar este chão
Não me importa saber
Se é terrível demais
Quantas guerras terei que vencer
Por um pouco de paz
E amanhã se este chão que eu beijei
For meu leito e perdão
Vou saber que valeu
Delirar e morrer de paixão
E assim, seja lá como for
Vai ter fim a infinita aflição
E o mundo vai ver uma flor
Brotar do impossível chão

MARIA BETANIA - EXPLODE CORAÇÃO

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Abba - The Winner Takes It All

Abba - The Winner Takes It All





Esta postagem recebi do amigo João Batista do Shtyle.Fm. 

Obrigada. Felicidades para vc. Maria Lopes.
                                             

Liberdade Liberdade Abre as Asa Sobre Nósi

Iansã cadê Ogum - A Deusa dos Orixás - Mariene De Castro


Iansã cadê Ogum - A Deusa dos Orixás - 

Mariene De Castro










Salve Iansa. Brasil. Brasil.Brasil

Salve Iansa Brasil. Brasil.Brasil

Carta de Amor Maria Bethânia



Maria Bethânia


Não mexe comigo, que eu não ando só,
Eu não ando só, que eu não ando só.
Não mexe não! (2x)

Eu tenho Zumbi, Besouro o chefe dos tupis,
Sou tupinambá, tenho os erês, caboclo boiadeiro,
Mãos de cura, morubichabas, cocares, arco-íris,
Zarabatanas, curare, flechas e altares.
À velocidade da luz, no escuro da mata escura, o breu o silêncio a espera.
Eu tenho Jesus, Maria e José, todos os pajés em minha companhia,
O Menino Deus brinca e dorme nos meus sonhos, o poeta me contou.

Não mexe comigo, que eu não ando só,
Eu não ando só, que eu não ando só.
Não mexe não! (2x)

Não misturo, não me dobro.
A rainha do mar anda de mãos dadas comigo,
Me ensina o baile das ondas e canta, canta, canta pra mim.
É do ouro de Oxum que é feita a armadura que guarda meu corpo,
Garante meu sangue, minha garganta.
O veneno do mal não acha passagem
E em meu coração Maria acende sua luz e me aponta o Caminho.
Me sumo no vento, cavalgo no raio de Iansã, giro o mundo, viro, reviro.
Tô no recôncavo, tô em Fez.
Voo entre as estrelas, brinco de ser uma, traço o cruzeiro do sul com a tocha da fogueira de João menino, rezo com as três Marias, vou além, me recolho no esplendor das nebulosas, descanso nos vales, montanhas, durmo na forja de Ogum, mergulho no calor da lava dos vulcões, corpo vivo de Xangô.

Não ando no breu, nem ando na treva
Não ando no breu, nem ando na treva
É por onde eu vou, que o santo me leva
É por onde eu vou, que o santo me leva (2x)

Medo não me alcança.
No deserto me acho, faço cobra morder o rabo, escorpião vira pirilampo.
Meus pés recebem bálsamos, unguentos suaves das mãos de Maria
Irmã de Marta e Lázaro, no Oásis de Bethânia.
Pessoa que eu ando só, atente ao tempo. Não começa, nem termina, é nunca é sempre.
É tempo de reparar na balança de nobre cobre que o rei equilibra, fulmina o injusto, deixa nua a Justiça.

Eu não provo do teu fel, eu não piso no teu chão,
E pra onde você for, não leva o meu nome não
E pra onde você for, não leva o meu nome não (2x)

Onde vai valente?
Você secou, seus olhos insones secaram, não veem brotar a relva que cresce livre e verde longe da tua cegueira.
Seus ouvidos se fecharam à qualquer música, qualquer som, nem o bem, nem o mal, pensam em ti, ninguém te escolhe.
Você pisa na terra mas não sente, apenas pisa.
Apenas vaga sobre o planeta, e já nem ouve as teclas do teu piano.
Você está tão mirrado que nem o diabo te ambiciona, não tem alma.
Você é o oco, do oco, do oco, do sem fim do mundo.

O que é teu já tá guardado.
Não sou eu quem vou lhe dar,
Não sou eu quem vou lhe dar,
Não sou eu quem vou lhe dar.(2x)

Eu posso engolir você, só pra cuspir depois.
Minha fome é matéria que você não alcança.
Desde o leite do peito de minha mãe, até o sem fim dos versos, versos, versos, que brotam do poeta em toda poesia sob a luz da lua que deita na palma da inspiração de Caymmi.
Se choro, quando choro, e minha lágrima cai, é pra regar o capim que alimenta a vida, chorando eu refaço as nascentes que você secou.
Se desejo, o meu desejo faz subir marés de sal e sortilégio.
Vivo de cara pra o vento na chuva, e quero me molhar.
O terço de Fátima e o cordão de Gandhi, cruzam o meu peito.
Sou como a haste fina, que qualquer brisa verga, mas nenhuma espada corta.

Não mexe comigo, que eu não ando só
Eu não ando só, que eu não ando só(2x)
Não mexe comigo!

Letra enviada por Daniel Souza


Link: http://www.vagalume.com.br/maria-bethania/carta-de-amor.html#ixzz3E95Dlc8Z

Dedico esta postagem a amiga Professora Lourdes Duarte

 Dedico esta postagem a amiga Professora Lourdes Duarte



segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Depende de nós.Que acredita ou tem esperança Quem faz tudo pra um mundo melhor

Depende de nós.Que acredita ou tem esperança Quem faz tudo pra um mundo melhor



Depende de nós
Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo pra um mundo melhor
Depende de nós
Que o circo esteja armado
Que o palhaço esteja engraçado
Que o riso esteja no ar
Sem que a gente precise sonhar
Que os ventos cantem nos galhos
Que as folhas bebam orvalhos
Que o sol descortine mais as manhãs
Depende de nós
Se esse mundo ainda tem jeito
Apesar do que o homem tem feito
Se a vida sobreviverá
Que os ventos cantem nos galhos
Que as folhas bebam orvalhos
Que o sol descortine mais as manhãs
Depende de nós
Se esse mundo ainda tem jeito
Apesar do que o homem tem feito
Se a vida sobreviverá
Depende de nós
Quem já foi ou ainda é criança
Que acredita ou tem esperança
Quem faz tudo pra um mundo melhor

O homenageado de hoje é o inesquicível Gonzaguinha. Nasceu em 22 de setembro de 1945 no Rio de Janeiro.

O homenageado de hoje é o inesquicível  Gonzaguinha.

 Luiz Gonzaga do Nascimento Junior, nasceu em 22 de setembro de  1945 no Rio de Janeiro. 

A vida do Gonzaguinha se faz presente e atual por sua luta nos anos de chumbo do Brasil, sempre perseguido por suas músicas em busca da liberdade e jamais desistiu de seus ideais. 

Guerreiro da Luz Gonzaguinha o nosso Obrigada nesta data que representa tua chegada à vida em nosso Planeta Terra, cumpriste o teu objetivo com dignidade e grandeza. 



Onde quer que estejas 

PAX.










Nunca Pare de Sonhar


Gonzaguinha

Ontem um menino que brincava me falou
Hoje é a semente do amanhã
Para não ter medo que este tempo vai passar
Não se desespere, nem pare de sonhar
Nunca se entregue, nasça sempre com as manhãs
Deixe a luz do sol brilhar no céu do seu olhar
Fé na vida, fé no homem, fé no que virá
Nós podemos tudo, nós podemos mais
Vamos lá fazer o que será

Beth Carvalho - Samba de Arere

Beth Carvalho e Zeca - Ainda é tempo pra ser feliz

Djavan - Oceano

María Carrasco Grande Estrella



Homenagem ao amigo 

Manuel Antonio Vegas Rodriguez  Facebook

Maria Carrasco (Tangos)

Los Campanillero-La Niña De La Puebla

Andalucia es mi tierra Yo soy del sur homenagem a mi abulo Chacón.

Andalucia es mi tierra Yo soy del sur homenagem a mi abulo Chacón.

COSAS DE MI ANDALUCIA.

SON ANDALUCES (CANTORES DE HISPALIS)

Paula Fernandes - Sem Você / Amanheceu, Peguei A Viola / Sorriso Mudo

domingo, 21 de setembro de 2014

Guitarra My Way - A Mi Manera - Gipsy Kings

Mirala cara a cara

Guitarra flamenca

Feliz Semana a todos.

Música na alma !!! jadore fabuloso, japprécie

Nature Relaxing


Viver é não ter a vergonha de ser FELIZ!!! Brasil Brasil Brasil. Obrigada a todos que visitam os Bloges Maria Lopes.

Obrigada a todos que visitam os Bloges Maria Lopes.

Obrigada a todos que visitam os Bloges Maria Lopes.

Gonzaguinha




Eu fico com a pureza
Da resposta das crianças
É a vida, é bonita
E é bonita
Viver
E não ter a vergonha
De ser feliz
Cantar e cantar e cantar
A beleza de ser
Um eterno aprendiz
Ah meu Deus!
Eu sei, eu sei
Que a vida devia ser
Bem melhor e será
Mas isso não impede
Que eu repita
É bonita, é bonita
E é bonita
Viver
E não ter a vergonha
De ser feliz
Cantar e cantar e cantar
A beleza de ser
Um eterno aprendiz
Ah meu Deus!
Eu sei, eu sei
Que a vida devia ser
Bem melhor e será
Mas isso não impede
Que eu repita
É bonita, é bonita
E é bonita
E a vida
E a vida o que é?
Diga lá, meu irmão
Ela é a batida de um coração
Ela é uma doce ilusão
Hê! Hô!
E a vida
Ela é maravilha ou é sofrimento?
Ela é alegria ou lamento?
O que é? O que é?
Meu irmão
Há quem fale
Que a vida da gente
É um nada no mundo
É uma gota, é um tempo
Que nem dá um segundo
Há quem fale
Que é um divino
Mistério profundo
É o sopro do criador
Numa atitude repleta de amor
Você diz que é luta e prazer
Ele diz que a vida é viver
Ela diz que melhor é morrer
Pois amada não é
E o verbo é sofrer
Eu só sei que confio na moça
E na moça eu ponho a força da fé
Somos nós que fazemos a vida
Como der, ou puder, ou quiser
Sempre desejada
Por mais que esteja errada
Ninguém quer a morte
Só saúde e sorte
E a pergunta roda
E a cabeça agita
Eu fico com a pureza
Da resposta das crianças
É a vida, é bonita
E é bonita
Viver
E não ter a vergonha
De ser feliz
Cantar e cantar e cantar
A beleza de ser
Um eterno aprendiz
Ah meu Deus!
Eu sei, eu sei
Que a vida devia ser
Bem melhor e será
Mas isso não impede
Que eu repita
É bonita, é bonita
E é bonita

Sangrado Gonzaguinha


Gonzaguinha


Quando eu soltar a minha voz por favor, entenda
Que palavras por palavras eis aqui uma pessoa se entregando
Coração na boca, peito aberto, vou sangrando
São as lutas dessa nossa vida que eu estou cantando
Quando eu abrir a minha garganta, essa força tanta
Tudo que você ouvir, esteja certa que eu estarei vivendo
Veja o brilho dos meus olhos e o tremor das minhas mãos
E o meu corpo tão suado, transbordando toda raça e emoção
E se eu chorar e o sal molhar o meu sorriso
Não se espante, cante que o teu canto é minha força pra cantar
Quando eu soltar a minha voz por favor entenda
Que é apenas o meu jeito viver
O que é amar...

Eu não quero migalhas, quero ser Feliz.

Eu não quero migalhas, quero ser Feliz. 




Sinto muito
Mas não vou medir palavras
Não se assuste
Com as verdades que eu disser

Quem não percebeu
A dor do meu silêncio
Não conhece
O coração de uma mulher

Eu não quero mais ser
Da sua vida
Nem um pouco do muito
De um prazer ao seu dispor

Quero ser feliz
Não quero migalhas
Do seu amor
Do seu amor...

Quem começa
Um caminho pelo fim
Perde a glória
Do aplauso na chegada

Como pode
Alguém querer cuidar de mim
Se de afeto
Esse alguém não entende nada

Não foi esse o mundo
Que voce me prometeu
Que mundo tão sem graça
Mais confuso do que o meu

Não adianta nem tentar
Maquiar antigas falhas
Se todo o amor
Que voce tem pra me oferecer
São migalhas, migalhas...

sábado, 20 de setembro de 2014

Homenagem a amiga virginie williams do Google Plus

Homenagem a amiga virginie williams do Google Plus.

 Muitíssimo obrigada por esta partilha de tamanha beleza.

 Obrigada por sua amizade.