Obrigada por sua visita

Obrigada por sua visita

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Aniversariante de Hoje 13 de julho- João Bosco



Começou a tocar violão aos doze anos, incentivado por uma família repleta de músicos.
Alguns anos depois, iniciou na Escola de Minas em Ouro Preto cursando Engenharia Civil[2]. Apesar de não deixar de lado os estudos, dedicava-se sobremaneira à carreira musical, influenciado principalmente por gêneros como jazz e bossa nova e pelo tropicalismo.[1] Foi em Ouro Preto, em 1967, na casa do pintor Carlos Scliar, que conheceu Vinícius de Moraes, com o qual compôs as seguintes canções:
rosa-dos-ventos, Samba do Pouso e O mergulhador - dentre outras. [1][3]

A primeira gravação saiu no disco de bolso do jornal O Pasquim: Agnus Sei (1972). No ano seguinte, selou contrato com a gravadora RCA, lançando o primeiro disco, que levava apenas seu nome.[2]

Em 1970 conheceu aquele que viria a ser o mais frequente parceiro, com quem compôs mais de uma centena de canções: Aldir Blanc, O mestre sala dos mares, O bêbado e a equilibrista, Bala com bala, Kid cavaquinho, Caça à raposa, Falso brilhante, O rancho da goiabada, De frente pro crime, Fantasia, Bodas de prata, Latin Lover, O ronco da cuíca, Corsário, dentre muitas outras[3].

Em 1972 conheceu Elis Regina, que gravou uma parceria sua com Blanc: Bala com Bala; a carreira deslanchou quando da interpretação da cantora para o bolero Dois pra lá, dois pra cá.[2]CA / Sony BMG

Discografia de João Bosco:[3]
1973 - João Bosco
1975 - Caça à raposa
1976 - Galos de briga
1977 - Tiro de misericórdia
1979 - Linha de passe
1980 - Bandalhismo
1981 - Essa é a sua vida
[editar]Ariola
1982 - Comissão de Frente
1983 - Centésima apresentação - ao vivo
1984 - Gagabirô
1986 - Cabeça de nego
[editar]CBS/ Sony BMG
1987 - Ai ai ai de mim
1989 - Bosco
1991 - Zona de fronteira
1992 - Acústico MTV - ao vivo
1994 - Na onda que balança
1995 - Dá licença meu senhor
1997 - As mil e uma aldeias
1998 - Benguelê (trilha sonora do Grupo Corpo)
2000 - Na esquina
2001 - Na esquina - ao vivo (CD duplo)
2003 - Malabaristas do sinal vermelho
[editar]Universal Music
2006 - Obrigado, gente! - ao vivo (CD e DVD)
2009 - Não vou pro céu, mas já não vivo no chão (CD)
[editar]Participações
1972 - Disco de bolso do Pasquim - O tom de Antônio Carlos Jobim e o tal de João Bosco
Referências

↑ a b c Biografia no Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira.
↑ a b c d Knorstjonas (17/4/2009). Biografia de João Bosco (em português).
Letra.com. Página visitada em 13 de julho de 2012.
↑ a b c d perfis dos artistas / João Bosco (em português). Rede Nova Brasil FM.
Página visitada em 13 de julho de 2012
.http://pt.wikipedia.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário