Obrigada por sua visita

Obrigada por sua visita

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Homenagem a Sandra de Sá.No Dia da Consciência Negra no Blog Maria Lopes e Música

20 de Novembro  Dia da Consciência Negra


            .
















Sandra de Sá 

Em 27 de agosto de 1955, Sandra Cristina Frederico de Sá, nossa Sandra de Sá, nasceu em Pilares, subúrbio da cidade do Rio de Janeiro. Seu bairro de origem é também o berço da mais crítica de nossas Escolas de Samba, a "Caprichosos de Pilares", o que deve ter ajudado a formar a personalidade exuberante de Sandra. Parte de seu talento musical já estava escrito no código genético. 

Seu pai era baterista e a família possuia tantos músicos que, nos bailes de carnaval, os Sá tocavam em diferentes clubes da cidade, participando de várias bandas. 

No subúrbio, o rádio da época ensinava democracia, e grandes nomes internacionais, como Ray Charles e Sara Vaughan, conviviam com a prata da casa, Moreira da Silva,Cauby Peixoto e Lana Bittencourt, entre outros. Admirando ídolos de várias línguas e estilos, a menina Sandra aprendeu que o coração do povo abriga todas as tendências e fez dessa lição uma diretriz para nortear seu futuro artístico. 

Encantada com as músicas que ouvia nos bailes, começou a aprender violão sozinha, e não se conformou em tocar só o que ouvia; partiu como as primeiras composições, logo concorrendo com êxito em festivais estudantis. 

Em 1977, começou a estudar psicologia e ingressou em sua primeira gravadora. Fez também muitas viagens pelo interior do Brasil.O velho sonho começou a se tornar realidade quando Lecy Brandão gravou sua primeira composição, "Morenando". No festival MPB 80, da TV Globo, classificou "Demônio Colorido" entre as 10 finalistas e a música obteve repercussão nacional. O Brasil foi apresentado a SANDRA DE SÁ, começo de um romance duradouro. Ainda em 80, saiu pela RGE seu primeiro LP. Sucederam-se LP’s de sucesso, e a interpretação de Sandra para Vale Tudo, de Tim Maia, estourou em todo o País. Em 1984, Sandra obteve sucesso ainda maior com "Enredo do Meu samba", de D. Ivone Lara e Jorge Aragão, música de abertura da novela Partido Alto. 

Novos discos escalaram as paradas, com participações especiais dos maiores astros e estrelas da música nacional e internacional, nomes como DjavanTitãsBilly PaulMarina,Olodum…Sandra, atenta às lições de seu passado, mantém seu repertório bem aberto e passeia, muito à vontade, do som brasileiríssimo às versões, da pauleira à sofisticação (e ousadia) de recriar a inesquecível interpretação de Bessie Smith para "Send me to The Electric Chair", tratando o inglês do original com a maior intimidade. Idolatrada pela gente brasileira que luta por um lugar ao sol, e sem esquecer que as raízes negras dão flores de todas as cores, Sandra de Sá afina como uma das mais expressivas cantoras brasileiras do nosso tempo. 

Que Sandra de Sá é uma das grandes cantoras brasileiras, todos que ouvem bem sabem,: o timbre grave e caloroso, a potência e o "swing", a personalidade feita de ternura e malandragem, a identificam…Sandra, sem trair sua origem e trajetória, seu estilo e seu público, sua raça e seus sonhos, interpretando canções novas e antigas, simples e sofisticadas, clássicas e populares, tristes e alegres, nacionais e estrangeiras, Sandra de Sá abre seu coração e sua voz em busca de novos caminhos que levem sua arte mais leve e mais fundo com seu estilo pessoal já afirmado e confirmado pelo sucesso popular. Texto extraído:http://www.letras.com.br/#!biografia/sandra-de-sa

 
Hoje é um dia que temos que conscientazar a raça Negra , nosso país é miscigenação Total, brancos , negros pardos, caboclos, essa mistura que dá um charme ao nosso país. quem não gosta do Brasil! ? Recebi este comentário via email de Sonia M M de Moura.,Obrigada amiga pelo comentário. Maria Lopes. . 


Nenhum comentário:

Postar um comentário